Ver. Pastor Edvaldo Lima, “blasfemou contra a Bíblia”. Definiu Bolsonaro como o Guardião da Santa Palavra de Deus

Por Cloves Pedreira

Visivelmente estasiado, o Vereador Edvaldo Lima confirmou que votará em Jair Bolsonaro para presidente nas próximas eleições!

Os adjetivos direcionados ao deputado por Edvaldo Lima, foi de tal forma, que chega a beirar a idolatria. Penso que se católico fosse, Edvaldo Lima lideraria uma campanha para beatificar Bolsonaro.

Edvaldo chegou a falar no seu discurso, que Jair Bolsonaro é o protetor da Bíblia, quem pensa desta forma, decreta o deputado como o Guardião da Bíblia.

Pessoas que estavam presente nas galerias da Câmara de Vereadores, ficaram sem entender nada, e uma senhora que não quis se identificar, disse que Edvaldo “blasfemou contra a Bíblia”, segundo a senhora, a Bíblia é a; “Santa Palavra de Deus,inspirada pelo Santo Espírito de Deus”, a mulher que estava ali assistindo a seção, afirmou que votou nele por duas vezes, mas que não mais votará, pois ele, o vereador blasfemou e que a Mão de Deus pesará contra Ele.

Eis algumas frases polêmicas de Bolsonaro, candidato de Edvaldo Lima:

“Fui ser deputado federal para não andar de ônibus, fusca, van, e morar bem.”
Ao ser perguntado por um vendedor ambulante, em agosto de 2013, se o transporte não seria melhor caso os políticos utilizassem o serviço

“Sou preconceituoso, com muito orgulho.”
Em entrevista à revista Época, em 2011

 “O erro da ditadura foi torturar e não matar.” (Jair Bolsonaro, em discussão com manifestantes)

“Pinochet devia ter matado mais gente.” (Bolsonaro sobre a ditadura chilena de Augusto Pinochet. Disponível na revista Veja, edição 1575, de 2 de Dezembro de 1998 – Página 39)

“Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.” (Jair Bolsonaro em entrevista sobre homossexualidade na revista Playboy)

 “Não te estupro porque você não merece.” (Jair Messias Bolsonaro, para a deputada federal Maria do Rosário)

“A PM devia ter matado 1.000 e não 111 presos.” (Bolsonaro, sobre o Massacre do Carandiru)

“Você é uma idiota. Você é uma analfabeta. Está censurada!”. (Declaração irritada de Jair Bolsonaro ao ser entrevistado pela repórter Manuela Borges, da Rede TV. A jornalista decidiu processar o deputado após os ataques)

Bolsonaro, fala em matar, acabar com as comunidades quilombolas e indígenas, e armar a população, sua filosofia é baseada na violência.

Este é o candidato de Edvaldo Lima, pastor da Assembléia de Deus

OUTRAS NOTÍCIAS