Teoria com o calendário Maia prevê o fim do mundo no próximo domingo (21)

Voz de Feira

Uma teoria que viralizou no Twitter sugere que 2020 é o novo 2012 [ especificamente, 21/12/2012-data prevista para o fim do mundo pelo calendário Maia]. De acordo com a teoria, há um erro de leitura no calendário Maia, e o fim do mundo, antes previsto para 21 de dezembro de 2012, ocorrerá, na verdade, em 21 de junho deste ano, ou seja, no próximo domingo.

A teoria foi postada também pela versão norte-americana do tabloide The Sun [originalmente, britânico], contudo a postagem foi retirada do ar.  

Um suposto cientista chamado Paolo Tagaloguin publicou no Twitter que, “seguindo o calendário Juliano, nós, tecnicamente, estamos em 2012″. O número de dias perdidos por ano por causa da mudança para o calendário Gregoriano (o que usamos hoje) é de 11 dias. Usando o calendário Gregoriano por 268 anos (1752-2020) vezes 11 dias = 2.948 dias; 2948 dias/365 dias (por ano) = 8 anos”, dizia a publicação atribuída a Tagaloguin.

A publicação e a conta do suposto cientista foram apagadas, informa o jornal Correio Braziliense. A mudança para o calendário Gregoriano resultou, sim, na perda de 11 dias. Mas isso aconteceu apenas uma vez, e não todos os anos. 

Vale lembrar que o calendário Gregoriano foi adotado em 1582, e não em 1752 como indica a publicação atribuída ao cientista. Ainda que existisse a perda de 11 dias por ano, estaríamos 13 anos “atrasados, e não 8 como sugere a postagem.

O jornal ressaltou ainda que os historiadores acreditam que a data de 21 de dezembro de 2012, que era tida como o fim do mundo, na realidade indicava uma mudança de ciclo no calendário Maia, e não necessariamente o apocalipse.

OUTRAS NOTÍCIAS