Prefeito Colbert Martins desmonta a estrutura da Mater Dei, e deixa funcionários sem salários, passando necessidade

Por Cloves Pedreira

E verdade que o mundo foi pego de surpresa e consequentemente nosso país ” Brasil ” , e por fim, a nossa cidade de Feira de Santana.

Sem alternativas diante da “pandemia” o prefeito Colber Martins, resolve através de muitas conversa e negociações, alugar os leitos com estrutura do então Hospital Mater Dei que por sua vez não vinha atendendo ao público do Sistema Único de Saude (SUS), uma vez que perderam o contrato a pouco menos de um ano, mas mesmo assim com todas as dificuldades enfrentadas vinha fazendo os atendimentos de consultas pré natal, partos e cirurgias na esperança de dias melhores, e com esses recursos o Hospital vinha mantendo alguns funcionário e pagando acordos trabalhistas e dos que permaneceram la em regime de prestação de serviços, por conta da dificuldade de se conseguir um outro emprego.

Depois de quase tudo certo com o aluguel dos leitos onde o Hospital iria poder estar pagando todos os funcionários e outras pendências, o prefeito resolve licitar o hospital que estava em funcionamento e tentando pagar, e mantendo alguns funcionários.

Agora estamos os funcionários estão passando necessidades e com contas todas atrasadas, pois o prefeito Colbert Martins, não fez ainda sequer um repasse, para o Hospital Mater Dei.

Pelo menos ele pague o faturamento que o hospital estava tendo mensalmente, pra que os donos do Mater Dei possa pagar os funcionários.

E provavelmente nenhum funcionário vai ser aproveitado pela S3, Empresa que vai administrar o Hospital.

Esta é a indignação de todos os servidores da Mater Dei!!!!!

OUTRAS NOTÍCIAS