Oposição vota favorável em Projeto de Lei, com parecer contrário da CCJR, de autoria do governista Pedro Américo DEM

Por Cloves Pedreira

Os poucos presente a sessão da Câmara Municipal, devido as medidas preventivas contra o corona vírus, na verdade, apenas parte da imprensa que cobre o labor materializado nas discussões das matérias legislativa feirense, ficamos todos pasmados, quando a oposição formada por Jhonatas Monteiro, Professor Ivamberg, e Silvio Dias, somados ao líder do governo vereador Lulinha, e mais outros edis governistas, e mais alguns que ainda não declaram qual lado apoiar, derrubarem o parecer contrário da CCJR, (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), presidido pela vereadora Eremita Mota.

À Comissão de Constituição, Justiça e Redação compete manifestar-se a respeito de todos os assuntos quanto ao aspecto constitucional, legal e jurídico, e apresentar a redação final das proposições, assim sendo, os vereadores que aprovaram o Projeto de Lei em Primeira Discussão, peça inconstitucional, segundo parecer da CCJR, o fizeram vencidos pela habilidade argumentativa de Pedro Américo, precisam conhecerem o Regimento Interno, ou estariam dentro da orientação do presidente Fernando Torres quando de forma muito lúcida, há dias atrás, sugeriu que todas as matérias apresentadas naquela Casa Legislativa não fossem discutidas pelo víeis da politização, e sim da coerência política, e de forma independente que é a égide deste Poder?

Resta aguardar o resultado final, o prefeito sanciona ou não os Projetos de Lei 002/21 e 003/21 de autoria do edil Pedro Américo, com parecer contrário da CCJR

OUTRAS NOTÍCIAS