O vitupério à Cristo, a ignominia à Bíblia, a ignorância de alguns evangélicos, faz crescer um exército de anticristos no parlamento e nas igrejas. Análise Teológica

Por Cloves Pedreira

Quando o Sumo-Sacerdote Caifás e seu genro Anás, (. Anás e  Caifás (sumos sacerdotes do Templo e presidentes do Sinédrio judaico), ordenaram a morte de Cristo, eles tinham conhecimento com absoluta certeza, que o condenado, era Jesus, o Cristo, Aquele que veio para salvara a humanidade. – João 18:14 “Ora Caifás era quem tinha aconselhado aos judeus que convinha que um homem morresse pelo povo”.

E quando no 3° dia após a crucificação e Cristo ressuscitou, os chefes dos sacerdotes reuniram-se em conselho com os anciãos tramaram outro plano. Deram aos soldados vultosa quantia em dinheiro, para que estes subornados, afirmassem que os discípulos de Cristo haviam roubado o corpo do Messias, sendo que verdadeiramente Ele, Jesus Cristo ressuscitou. Confiram em Mateus 28:12

Desta forma, esta linhagem genética, que hereditariamente operam na invisibilidade, (o mundo inteiro jaz no Maligno – I João 5:19), conseguem influenciar em muitas decisões, principalmente naquilo que beneficiam, os pobres, negros, as minorias, às mulheres (Cristo nasceu por uma mulher), enfim, os excluídos.

Efésios 6:12 “Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos, e sim contra principados e potestades, contra os dominadores deste sistema mundial em trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais“. Não pensem que estou falando de religião, mas, sim da Ciência de Deus, e estas forças atuam, no sistema político e judiciário, e principalmente no clero como pastores, bispos, e outras hierarquias religosas.

Jesus Cristo o Filho de Deus, não veio para a elite, nem para os ricos, nem mesmo para os religiosos, tão pouco para os burgueses, nem para os nobres, quanto mais para os políticos a Bíblia que é rasgada todos os dias por certos tipos, registra que o Meio Rabí da Galileia, Jesus Cristo, que entrou triunfante em Jerusalém montado em um jumento, veio em uma união hipostática para os : os pecadores é recorrente: Jesus conversou com a mulher samaritana, povo odiado pelos judeus (João 4); protegeu e perdoou a mulher flagrada em adultério (João 8); visitou a casa do publicano Zaqueu (Lucas 19); foi chamado de beberrão e comilão e amigo dos publicanos e pecadores (Mateus 11.19); e ainda convidou um ladrão, em seu leito de morte, para estar com Ele no paraíso (Lucas 23.43).

Acordem vocês que perseguem os pobres, os gays, as prostitutas, às pessoas que professam outras religiões, os que são excluídos e enganados pelos poderosos, pois chegará o momento em quem você será exemplarmente cobrado pelo Deus dos deuses, quando…

“Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” Mateus 7:22,23

OUTRAS NOTÍCIAS