logo_voz_de_feiraa

O significado da morte de Jesus Cristo na cruz do calvario, e a comprovação de que Ele realmente existiu.

Por Cloves Pedreira / Teologia STBNE e FATIN

Para melhor compreensão quanto ao teor do título da matéria, faz-se extremamente necessário entender na sua essência literal o seguinte versículo bíblico: “O campo é o mundo, e a boa semente são os filhos do Reino, e o joio os fillhos do diabo” Mateus 13:38

Algumas traduções bíblicas não correspondem a realidade, pois muda a sua finalidade contida nos originais grego, mas o que está explícito nas escrituras é sobre uma linhagem genética na terra, que objetiva corromper a humanidade em todos os aspéctos e não apenas religiosamente, e esta linhagem maldita tentou de todas as formas, impedir que Cristo cumprisse a missão de resgatar a humanidade, de proporcionar aos adâmicos a felicidade Eterna, assim Ele fez, portanto, o sacrifício na cruz precisa er entendido como uma grande vitória.

.Uma das milhares provas da vereacidade de que alguns que aqui habitavam como humanos conheciam a verdade é que o sumo-sarcedote Ciafás, filho do diabo, vejam Mateus 13:38, infiltrado entre a boa semente, sabia que Cristo era o filho de Deus, o próprio Deus que se fez carne e habitou entre nós.

“Porém, os principais dos sacerdotes e os fariseus, são advertidos pelo sumo sacerdote, Caifás, ao declarar: “Vós nada sabeis, nem considerais que convém que morra um só homem pelo povo e que não venha a perecer toda nação“. Mateus 13:38

Outra comprovação que Jesus Cristo é o Filho de Deus, e os religiosos daquela época conheciam este mistério, registra-se:

Vejam que quando Cristo após a crucificação, já comprovadamente morto, o Seu Corpo foi conduzido ao túmulo, observa-se que à entrada foi posta uma pedra impossível de ser removida por apenas um homem.

Soldados da guarda romana vigiavam o túmulo diuturnamente, quando no terceiro dia, Cristo Ressuscitou, e o túmulo amanheceu vazio, os guardas apresaram-se em contar aos principais dos sacerdotes (humanóides infiltrados no corpo religioso da época), o inexplicável ocorrido, anunciando; já que pessoa alguma aproximou-se do túmulo, como então o corpo desaparecera?!

Os principais dos sacerdotes, malígnos, conhecedores da verdade, já que sabiam das profecias sobre a vinda do Messias, usaram do que lhes é peculiar, corrompeu os soldados, dando-lhes; “muito dinheiro” com a garantia de ocultarem a verdade.

“E congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram”. Mateus 28:12-13

Este comportamento é um documento sobre que estes seres malignos, desempenham suas missões na terra, de forma articulada, eles são sabedores de toda a verdade e buscam sempre táticas para ocultá-la, e obscureceê-las à humanidade.

Estou concluindo um livro: “Os Dominadores Deste Mundo”, que trará provas irrefutáveis sobres grandes mistérios ligados a humanidade, principalmente no Parlamento e no Clero.

Inumeras são as provas bíblicas e em outras fontes sobre a veracidade da existência de Jesus Cristo e o fator principal da Sua Missão no Mundo.

OUTRAS NOTÍCIAS