O efeito colateral Datta Sensus!

Por Cloves Pedreira

Após a publicação do resultado da pesquisa Datta Sensus pelo jornal Folha do Estado, o reboliço foi quase que geral, e os comentários de todo tipo aconteciam em bate papo nos meios políticos.

Ainda pela manhã, fui procurado pelo Nelsinho da Kamys, que, extremamente indignado, descarregou as baterias contra Humberto Cedraz, proprietário do jornal Folha do Estado, e contratante do Instituto, que segundo Nelsinho, confirmou a dias atrás, que seu nome constaria no questionário encaminhado para o Instituto, responsável pela amostragem.

Nelsinho, que tem pontuado em enquetes e pesquisas, bradou que Humberto amarelou, quando não autorizou inserir seu nome na pesquisa, e agindo desta forma, Humberto estava sendo ingrato, já que sempre o apoiou nos pleitos disputados no passado, inclusive liberando suas lideranças para apoiá-lo na sua terceira campanha.

Nelsinho também falou que recebeu telefonemas de amigos, chateados pelo fato do seu nome ter sido suprimido na pesquisa, e pede para Humberto,  falar no seu programa, o que motivou a ausência do seu nome no questionário.

 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS