‘Não transfira para mim a sua leniência com a criminalidade do colarinho branco’, diz Barroso para Gilmar

Voz de Feira

O clima esquentou entre dois ministros do Supremo Tribunal federal (STF), na tarde desta quinta-feira (26), durante julgamento, no plenário, de uma ação sobre a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará.

Segundo O Antagonista, Gilmar Mendes alfinetou Luís Roberto Barroso e disse que ele soltou José Dirceu, e foi rebatido: “Vossa excelência não trabalha com a verdade”.

Barroso explicou que Dirceu foi solto pela Segunda Turma.

“Não transfira para mim a sua leniência com a criminalidade do colarinho branco”, disse Barroso.

O ministro ainda acrescentou: “Vossa excelência só destila o ódio, não julga. Apliquei a Zé Dirceu a lei. Não fui eu, foi o Supremo.”

Após o bate boca, a presidente Carmen Lúcia decidiu encerrar a sessão.

OUTRAS NOTÍCIAS