Mendoza explica dancinha na comemoração do seu primeiro gol pelo Bahia

Voz de Feira

A maioria dos jogadores colombianos comemoram os gols feitos com uma dança típica do país deles. Aqui no Brasil, o “Armeration” virou febre quando o atual jogador do Bahia, Armero, lançou um passo esquisito na comemoração do gol do Robert, em 2010, quando ambos atuavam pelo Palmeiras. Na oportunidade, o atacante baiano dançou o “Rebolation”, sucesso mundial da banda Parangolé, que tinha Léo Santana como vocalista na época.

Yerri Mina, zagueiro do Palmeiras, é outro colombiano que celebra seus gols com “dancinha”. No último domingo (6), foi a vez de Stiven Mendoza dançar em solo brasileiro, na comemoração do seu primeiro gol com a camisa do Bahia, jogando contra o São Paulo. Coincidência ou não, ao lado do lateral-esquerdo Armero.
Nesta terça-feira (8), Mendoza foi o entrevistado na sala de imprensa do Fazendão, falou sobre a parceria com o lateral Armero e explicou a comemoração no gol contra o São Paulo.
“A parceria com Armero vem se fortalecendo aqui no clube, porque a gente já se conhecia há um tempo atrás. Mas agora a parceria tá ficando mais forte. A gente falou antes do jogo pra começar a fazer aquela celebração, dar aquela alegria na hora de fazer o gol, entendeu? Essa dança aí é típica na cidade onde eu moro, em Cali, na Colômbia. Agora o ‘arco’ abriu, gerou o primeiro gol. Vou começar a fazer mais gols ainda com ajuda de Deus, lógico dos meus companheiros e vou começar a fazer uma dancinha muito melhor. Aquela foi da alegria do primeiro gol, mas com certeza vai melhorar” disse Mendoza em um tom bem descontraído.
O Esquadrão volta a entrar em campo no próximo domingo (13), contra o Atlético Paranaense, às 19h, na Arena da Baixada, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Bocão News

OUTRAS NOTÍCIAS