logo_voz_de_feiraa

“Larga o osso Moura Pinho” Cumpra-se a Lei

Por Cloves Pedreira

A semana foi marcada pela rejeição ao nome do procurador Moura Pinho pela Câmara Municipal, atendendo a votação da maioria absoluta, 11 votos, contra a sua Recondução, o ofício foi votado perto ds 11 hs da manhã do dia 08, foi a segunda matéria a ser votada.

Naquele dia, às 10h20, antes do horário Regimental para votação, a APLB fez uso da tribuna livre, como fazem todas as entidades que assim pedem.

Porém, no mesmo dia, aconteceu o absurdo, mas esperado: O procurador Geral do município começou a plantar notas na imprensa pedindo que a câmara desse os motivos e que não aceitaria a rejeição, ameaçando ir às últimas consequências pra permanecer no cargo.

Ora, não se poderia esperar nada melhor de alguém que atacou servidores, professores em seus pareceres e ações judiciais, que tentou negociar temas em troca de votos lembrando consta seu nome em inquérito na delegacia, por supostos crimes no exercício do cargo.

No dia 10/06, às 10h30 da manhã, faltando pouco tempo para o prefeito indicar o novo nome, como manda a lei, o rapaz, usando a máquina da procuradoria, mas em nome próprio e para seu próprio deleite, busca na justiça a anulação da votação em que teve o nome rejeitado, alega que o uso da tribuna livre, um instituto que é utilizado todos os dias de sessão, interferiu na votação .

Risível, ridículo!

A justiça não está aí para servir aos desejos do senhor prefeito nem do seu Procurador, que agora sairá menor. AVjustiça não acatará mais uma de suas aventuras processuais.

A sua reputação, após indiciamento pela Câmara, não é mais tão ilibada e a multa de 93 milhões aplicada no processo 0052900-76.2009.5.05.0196 mostra que sim, o senhor não tem lá muito saber jurídico, que a diga Nenca, ex prefeita de Araci e o compadre Sidel.

Desapega, Moura!

OUTRAS NOTÍCIAS