Igor Kanário desrespeitou 192 anos anos de história da PM-Ba, ao ofender uma PFem em serviço, na micareta de Feira de Santana!

Os feirenses repudiou veementemente a forma agressiva, desmedida, alucinada, doida, desvairada no momento em que Igor Kannário, vereador de Salvador – Ba, ofendeu com palavras indevidas, os policiais que prestavam serviço por ocasião da micareta de Feira de Santana.

Os policiais que ali se encontravam com a finalidade de garantir a segurança dos foliões, que vão para o site da festa com o objetivo de se divertirem e não promover a violência, foram insultados, especificamente pelos termos chulos proferidos contra uma PFem.

Em dado momento, Kannário falou que é “mais autoridade” que a policial e manda que ela o respeite, pois ele é um vereador.

Sempre agressivo, onde se apresenta, o cantor Kannário se mostra uma pessoa de comportamento anormal, muito doido, manipulável, fraco, complexado, ao ponto de se auto denominar; “príncipe do gueto”.

No dia 1 de janeiro de 2013, D. Dejanira, mãe de Kanário procurou a imprensa e revelou que o cantor teria quebrado um dos espelhos da casa dela com o famoso cajado usado por ele nos shows. “…ele é do demônio [sic]. Ele já me desacatou várias vezes. Quando ele passa de fora pra dentro de casa, se transforma”, conta D. Dejanira.

“Você acredita que nem o celular dele eu tenho? Dia das mães ele nunca me dá um abraço. Nunca entrei em nenhum carro dele. Esse último que ele comprou é quinto e eu nunca entrei. Nem na minha cara ele olha. Eu sou um cachorro para ele”, desabafa a mãe de Kanário.

Kanário, caráter mórbido!

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS