Grupo dos 11 vereadores, mais os 03 da oposição, apresentou proposta de emendas, que estabelece as Diretrizes Orçamentárias do Poder Executivo. Os ajustes reparará injustiças históricas, inclusive na educação e saúde.

Por Cloves Pedreira

Parte dos vereadores da Câmara Municipal de Feira de Santana ( g 11) apresentou, na sessão ordinária desta terça (06), 22 propostas de emendas ao Projeto de Lei no 110/2021, que estabelece as Diretrizes Orçamentárias do Poder Executivo (LDO.

As emendas tem como principal objetivo, modernizar, otimizar, com proposta que certamente atenderá com muito mais justiça social para os desfavorecidos pelo sistema que rege o município.

A educação e a saúde serão prioridades dos edis que aprovam as mudanças.

OUTRAS NOTÍCIAS