Grupo da militância petista que apoiaram o PT nas eleições passada, são demitidos injustamente!

“Feira de Santana. 12 de novembro de 2015.
 
Companheiros e Companheiras da Militância Petista.
 
Atuando na direção do sindicato dos Sócios Educadores, seção Feira de Santana, há pouco mais de um ano, sou testemunha das injustiças que sofrem a companheirada da militância, em consequência de interesses pessoais do grupo que integram o comando do sistema.
 
Articulamos em março, a formação de um grupo de apoio as candidaturas petista nas eleições municipais. Desse grupo , TODOS foram demitidos, sob os mais esdrúxulos pretextos, à exceção dos que tem imunidade sindical.
 
Três casos mim chamaram a atenção pela ilegalidade, perversidade, injustiça e abuso de poder no processo demissionário.
 
Marcos alves Santana, lotado no Melo Matos, vítima do resgate dos adolescentes no ônibus, ficou com sequelas, desmaiou na Unidade caiu e quebrou os dentes, Lucidalva Ferreira Filho, do Zilda Arns, com inflação nas articulações, João Luciano Melo dos Ramos, do CAFE-Feira, sofreu um acidente de moto , vitima de um sistema de saúde perverso , operou a clavícula, e deixou sequelas com a medicação e teve que retirar a vesícula.
 
Qual o crime que cometeram? São pessoas que se acidentaram, usufruíram o justo direito de se recuperarem respaldado na lei providenciaria.
 
Passaram por dificuldades sem assistência financeira, social e psicológica, inclusive do sindicato, verdade seja dita. Ao retornarem ao labor, foram surpreendidos com demissão sumária no dia da apresentação, demissão ilegal, injusta e desumana, sem direito de defesa.
 
Além de militantes, são seres humanos, trabalhadores que exercem o legítimo direito de curar suas feridas. Onde foi parar o nosso senso de solidariedade?
 
Fomos embrutecidos pela convivência com a violência cotidiana do sistema?
 
Convido à reflexão, a próxima vítima pode ser qualquer um de nós.
Zito”

OUTRAS NOTÍCIAS