logo_voz_de_feiraa

Ex- diretor ADM da UPA da Queimadinha João Carlos, revelou a Polícia Federal como Denilton Brito e Marcelo Brito roubavam dinheiro da Unidade de Saúde.

Por Cloves Pedreira

Em um depoimento bombástico à Polícia Federal, João Carlos de Oliveira, ex-diretor administrativo da UPA da Queimadinha, revelou como os ex-secretários Denilton Brito, de Governo, e Marcelo Britto, de Saúde, desviaram mais de R$ 200 mil da saúde em Feira de Santana. 

No dia 4 de agosto, após a operação, os secretários foram afastados por 60 dias e, depois, exonerados pelo prefeito Colbert Filho.

Segundo João Carlos, que trabalhou como diretor da UPA, contratado pela empresa InSaúde, de São Paulo, entre 16 de maio de 2018 e 2 de fevereiro de 2020, foi Denilton Brito que lhe fez o pedido para contratar a empresa do médico Marcelo Britto, que na época não era secretário de Saúde.

João também revelou à PF que Marcelo Britto “nunca prestou qualquer serviço médico na UPA”, como mostra trecho do depoimento obtido pelo blog.

“Que Denilton Pereira de Brito, Chefe de Gabinete, em visita a UPA, lhe fez um pedido, para que fosse disponibilizado na sobra do orçamento da InSaúde a quantia de R$ 44.000 para pagamento de uma consultoria realizada pela GSM, empresa de Marcelo Moncorvo Brito; que respondeu ao Denilton que não poderia contratar uma empresa de consultoria já que a InSaúde era uma empresa que também prestava serviço de consultoria; que respondeu ao Denilton que a única solução seria incluir esses R$ 44.000 como serviços médicos, mas desta forma precisaria fazer um aditivo no contrato, o que foi feito através do Aditivo 04620201111 datado de 01/02/2020; que o referido aditivo aumentou o valor global do contrato de R$ 11.909.004,00 para R$ 12.616.827,84; que dividiu os R$ 44.000 na rubrica dos diversos serviços médicos prestados na unidade; que a GSM nunca realizou consultoria na InSaúde e Marcelo Briro nunca prestou qualquer serviço médico na UPA Queimadinha; que também os sócios da GSM os médicos Raimundo Jose Magalhães Brito Neto e Ricardo Pereira Costa nunca prestaram serviços para a UPA da Queimadinha.” Fonte Blog do Velame

OUTRAS NOTÍCIAS