Eliza Bete, Democracia Cristã: “Em tempos difíceis de pandemia e sem apoio do prefeito Colbert Martins, os camelôs, feirantes e ambulantes buscam alternativas pra não passarem fome”!

Por Eliza Bete

Com a pandemia, muitos tiveram que se reinventarem, adequando a nova forma de ganhar o seu sustento e da sua família, com a criatividade, e ao invés de trabalharmos em pontos fixos, nos box no centro da cidade, muitos tem usado da imaginação tais como : vendas porta a porta, agendamentos, venda pela internet, cal Center.

A exemplo de mim, que também sou camelô, em parceria com meu esposo, venho enfrentando grandes desafios, para manutenção da renda da casa, e não faltar o pão de cada dia, para nossos filhos.,

São grandes as espectativas, pois temos que sobreviver em um novo estilo de vida, e o pior é que não obtivemos ajuda do Gestor público do município, Colbert Martins, e somos uma classe, que vem enfrentando diversos problemas, embora gerando renda ao município.

Digo ainda, que se pensarmos bem, iremos encontrar saídas, das quais realmente precisamos implementar, e caso você, ainda não sabe como reinventar seu negocio, nos unamos, para ajudar-nos um ao outro.

OUTRAS NOTÍCIAS