logo_voz_de_feiraa

Bancada evangélica no Congresso se sentem abandonados por Governo após jogos de azar serem aprovados.

Por Cloves Pedreira

A bancada evangélica não está nada feliz com o Governo Federal, depois que o líder da base na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), liberou os governistas a votarem como preferissem no projeto de lei que legaliza jogos de azar no país. Segundo os parlamentares, foi essa permissividade que fez com a proposta, onde são admitidos jogos de cassinos, jogos de bingos, jogos de vídeo-bingos, aposta em corridas de cavalo (turfe), jogos online e jogos do bicho, fosse aprovada.

OUTRAS NOTÍCIAS