As gêmeas Juliana e Juliê Castro afirmam inocência, argumentando, desconhecerem candidaturas a vereadora. De inocentes o inferno está cheio!

Por Cloves Pedreira

As irmãs gêmeas Juliana e Juliê Castro, registrarem em cartório denúncia de fraude nas eleições 2020 em Feira de Santana, alegando que foram usadas pelo partido Patriota, sem nenhum conhecimento prévio, como ”candidatas laranjas” ao cargo de vereadoras.

Segundo o advogado das Gêmeas Juliana e Juliê Castro Bender Nascimento, as irmãs foram procuradas por uma pessoa de prenome Jane que pediu seus documentos apenas para realizar uma inscrição em um partido político no caso o Patriota.

Segundo elas perguntaram sobre qual finalidade do fornecimento de seus documentos, e obtiveram como resposta seria apenas para compor uma chapa e que seria uma situação tranquila.

Estranho é que as gêmeas só descobriram, segundo elas, que eram candidatas a vereadora dias antes do pleito municipal, no momento em que passaram a receberem ao receberem ligações e mensagens parabenizando-as pelas candidaturas a vereadora.

Esta história é no mínimo; excêntrica, esquisita, estranha, bizarra, exótica, estrambólica, estapafúrdia, anômala, extraordinária.

Quanta inocência de duas pessoas adultas!!

Isto é ocupar a justiça já congestionada com inúmero fatos dentro deste contexto, complexos com demandas sem consistência jurídica, pois é querer tripudiar da capacidade de discernimento de toda uma cidade, ao afirmarem que não sabiam de nada, sendo que para registrar uma candidatura existe todo um processo complexo, até chegar o momento da homologação das candidaturas, e isto é impossível isto acontecer sem o conhecimento dos candidatos.

Vamos dar continuidade ao ano legislativo, e deixar os vereadores (a) cumprir seus mandatos.

OUTRAS NOTÍCIAS