A valorização dos profissionais da Enfermagem em tempos de Pandemia. Faz-se necessário reconhecimento urgente!

Por Mary Portugal

É notório que os profissionais de Enfermagem, trabalhadores (a) de nobre missão, não são devidamente valorizados pelo poder público.

Neste momento, em que nos encontramos na linha de frente, em eminente risco de vida, já que estamos em contato direto com os pacientes contaminados com Coronavírus ( COVID-19 ), surge uma situação que nos fortalece, oriunda de uma energia muito boa e positiva vindo da opinião pública, publicada nas mídias sociais, como; “guerreiros fortes, anjos de Deus…”

Vale ressaltar que as condições oferecidas para estes abnegados (a), em unidades de saúde, que se dedicam cumprindo com suas obrigações profissionais, muitas vezes acometidos de patologias , cumprindo nosso juramento de salvarmos vidas, em qualquer situação financeira ou raça, nunca abandonam o barco, e dedicam-se de corpo, alma e espírito, em situações limitadíssima, faz-se necessário existir uma reciprocidade por parte das autoridades, já que não somos robôs, temos famílias.

Não estamos aproveitando deste momento tão difícil para simplesmente tornar público uma reivindicação ou propor reajuste salarial justo, a nível de Bahia., mas lembrar que alguns estados já aprovaram um piso salarial, e tratam seus trabalhadores desta área com dignidade. É de extrema urgência, que pelo menos a gestão municipal local, e o próprio estado interfira objetivando despertar no município , uma sensibilidade e uma visão de forma apropriada e lógica para um reconhecimento tão necessário, no momento tão latente.

Queremos ser tratados com dignidade!

Mary Portugal , é Técnica em enfermagem à 25 anos, e tem formação acadêmica, recente em direito.

OUTRAS NOTÍCIAS