Zé Ronaldo reitera importância de deputados e afirma que vai disputar eleição “de igual para igual”
017

Voz de Feira

Após reunião com a bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, o candidato ao governo José Ronaldo (DEM)  falou sobre o encontro: “Muito produtiva, ouvindo as ideias dos deputados, e eu também colocando meu ponto de vista. Vai fazer com que a gente trabalhe mais unidos, coesos, buscando a sintonia com a sociedade, não só na Região Metropolitana de Salvador, mas no interior da Bahia”. “O parlamentar tem uma representação em número expressivo de municípios e conhece as políticas locais, então eles me ajudam muito nesse processo”, complementou.

Na oportunidade, o candidato também falou sobre sua expectativa para as eleições de outubro deste ano: “hoje tenho uma posição convicto de que está acontecendo um crescimento e de que vamos disputar a eleição de igual pra igual”.

Questionado sobre o motivo, ele salientou: “primeiro, as pessoas sabendo que sou candidato, uma candidatura nova, que tem apoio do prefeito de Salvador, que está engajado cada vez mais na campanha. Até então quem está mais ligado na política são os políticos, a comunidade no geral vai se ligar mais após a Copa do Mundo, o que é normal”.

O ex-prefeito de Feira de Santana continuou explicando o que, para ele, tem ajudado a fortalecer sua campanha: “na proporção que as pessoas vão tomando conhecimento, de acordo com as viagens que vamos fazendo, com as entrevistas que vamos dando, as pessoas vão começando a tomar suas posições. Na minha visão tem um percentual muito grande da população que deseja não ver mais o poder nas mãos do PT”.

Questionado sobre o motivo desse suposto desejo da população em ver o PT fora do governo, o demista disse: “porque não concorda com tudo que aconteceu no país. Todo mundo sabe as razões de tudo que aconteceu e querem, evidentemente, algo novo, político de ficha limpa, por aí”.

À reportagem, Zé Ronaldo disse que o mal-estar causado na base por causa da desistência de Neto à disputa “é coisa do passado” e comentou as especulações acerca do nome do deputado Irmão Lázaro para composição da sua chapa majoritária: “Lázaro é um bom nome para compor a chapa, mas nós temos outros nomes também. estamos continuando a conversa no sentido de que todos fiquem satisfeitos”.

Questionado pela reportagem sobre a preferência do nome de Lázaro na vaga de vice ou senador, tergiversou: “temos que avaliar pesquisa, opiniões de parlamentares e do partido, não deve vir somente de minha cabeça”. Também falou sobre a suposta pressão de outros partidos pleiteando vagas na chapa majoritária: “não há problemas com partidos políticos. Os partidos têm sido amigos e não está havendo problemas, eles estão colaborando”.

VEJA TAMBÉM