Segundo Ver. Isaias de Diogo seu colega Ver. Cadmiel, fugiu da sessão para não votar Projeto de Lei, que instituiu o Dia Municipal do De Molay!
11990498_749614238500084_4035364162357452263_n

Por Cloves Pedreira

Foi aprovado em Segunda Discussão, o  Projeto de Lei de nº 170/2018, de autoria do vereador Isaías de Diogo (PSC), que institui o Dia Municipal do DeMolay, a ser comemorado anualmente no dia 18 de março.

“A Ordem DeMolay é uma sociedade discreta criada por Frank Sherman Land a partir princípios filosóficos, fraternais, iniciáticos e filantrópicos, para jovens do sexo masculino com idade compreendida entre os 12 e os 21 anos incompletos. É uma organização para-maçônica fundada nos Estados Unidos, em 24 de Março de 1919, pelo maçom Frank Sherman Landpatrocinada e mantida pela Maçonaria.”

O fato que deixou todos da galeria perplexos foi a atitude do Vereador Cadmiel que sendo religioso se ausentou no momento da votação, fato descrito pelo Vereador Isaias de Diogo como “a fuga”, e este mesmo comportamento aconteceu na Primeira Discussão, quando foi sentido a falta além de Cadmiel outros religiosos, a exemplo do polêmico Edvaldo Lima.

Na declaração de voto, Edvaldo Lima que absteve-se, justificou discursando que não votou favorável por servir ao Deus dos deuses, como se a sua religião seja a verdade absoluta, e que talvez imagine que na Eternidade sente-se ao Lado de Jesus Cristo.

Despreparados, despolitizados e desconhecedores da Constituição. Precisam se conscientizarem que a Casa da Cidadania não é os seus templo repletos de fariseus hipócritas, que ensinam uma coisa e praticam outra, injustos, vaidosos, sepulcros caiados.

“…Contudo, não façais o que eles fazem, porquanto não praticam o que ensinam…” Mateus 23:3

VEJA TAMBÉM