Prefeito Colbert Martins pede armas velhas para o prefeito de São Paulo. Seria um tipo de mendicância de gestão?
Colbert Martins da Silva Filho e Bruno Covas Lopes 20180808.jpe

Por Cloves Pedreira

Quando tomei conhecimento sobre o prefeito de Feira de Santana ir à São Paulo para pedir armas velhas, aquelas que já não servem para serem utilizados pela Guarda Municipal daquele estado, eu fiquei estupefato.

Lembrei-me de quando o Brasil doou alguns mosquetões obsoletos ao exército da Bolívia.

Feira de Santana é uma metrópole, ou seja; é uma cidade grande, importante, e no meu entendimento isto não ficou legal.

Será que não poderíamos ter armas mais modernas para nossa briosa Guarda Municipal? Armamento do mesmo nível das que a prefeitura de São Paulo vão adquirir?

Este ato não seria um tipo de “mendicância de gestão”? Mendicância Significado: “Ato de pedir, publicamente, com habitualidade, esmolas ou auxílio de qualquer natureza, a pretexto de pobreza ou necessidade”.

Vejam o que Colbert Martins declarou: “Tínhamos solicitado a ele (prefeito de São Paulo Bruno Covas), que a Guarda Municipal de São Paulo pudesse doar armas que eles têm já utilizadas. Foram doadas 50 armas para a prefeitura de Feira. São Paulo está trocando por armas automáticas e estamos nos propondo a utilizar essas armas que estão em bom estado e podem suprir as necessidades. São revólveres 38 e depois também vamos evoluir para armas automáticas”, afirmou.

Arma Velha

11224775_767967873331387_1865138660351269669_n

Arma Nova

11990498_749614238500084_4035364162357452263_n

Arma Automática

Paulo-souto-550x310 (1)

 

VEJA TAMBÉM