Manifestação dos camelôs contra taxas do shopping popular, super lotou a Câmara Municipal de Feira de Santana.

Por Cloves Pedreira

Centenas de vendedores ambulantes, ocuparam nesta segunda 26 a galeria da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, para protestarem contra as taxas segundo eles, abusiva, e contraria o que foi acordado antes.

173422-3

173418-3

Os camelôs saíram em  em passeata, pelas ruas do centro comercial, e interromperam o trânsito na Rua Visconde do Rio Branco, em frente  ao prédio da Casa da Cidadania, causando congestionamento em vários pontos do centro da cidade.

8a3a28fd-357a-4255-ae5a-3ea2bf01632c

O membro da comissão de ambulantes, Gerdison Cerqueira, declarou: “Os ambulantes não estão satisfeitos devido aos custos. A prefeitura disponibilizou uma área pública para um estrangeiro, que veio fazer essa obra que seria disponibilizada para os camelôs e até então o prefeito entrou com recursos de 13 milhões de reais. Então não é justo a gente entrar nesse shopping que vai ser privatizado. Os camelôs vão pagar taxas abusivas pelo espaço. Não somos contra o shopping e sim contra o que está acontecendo”.

Após o término da sessão na Câmara, os trabalhadores seguiram em direção à prefeitura, na tentativa de uma reunião com o prefeito Colbert Martins, mas, não aconteceu, funcionários falaram que o prefeito não se encontrava no Paço Municipal.

4cd335a8-a39d-4b49-9efb-0ffa7ed43a40

Está programado para novas manifestações amanhã, 27

 

VEJA TAMBÉM