Lu de Ronny confirma pré candidatura a Dep. Federal. Partido; PHS. Pelos interesses dos profissionais de enfermagem, e outras demandas sociais!
007

Por Cloves Pedreira

Provavelmente  Luciane Vieira, Lu de Ronny será a única mulher feirense a disputar uma cadeira na Câmara Federal, e será pelo PHS.

Lu é formada em enfermagem pela FAN primeira turma em 2005, comunicação social com relações publica pela UNIFACS, e pós graduação em, gestão hospitalar.

Perguntada sobre seus projetos políticos, Lu respondeu:

“Cloves, eu faço parte de uma categoria com o segundo número de profissionais no Brasil, para você ter uma ideia, existem no país mais de 1.6 milhão de enfermeiros, técnicos e auxiliares em enfermagem, e estes dados nos é fornecido por meio de pesquisa do Conselho Nacional de Enfermagem (Cofen), a nossa categoria está atrás apenas da profissão de metalúrgicos, é necessário que haja uma valorização pelo poder público a estes profissionais, desempenha um papel extraordinário. A enfermagem cuida do paciente por 24 horas dando os cuidados para o paciente, sem o enfermeiro (a) prescrição será só uma medicação no papel, em geral, é o profissional de enfermagem o primeiro a receber o paciente em hospital ou pronto-socorro, seja ele público ou privado. Estamos sempre expostos a riscos e agressões de pacientes e familiares, quando o médico está ocupado e não pode atender, é o profissional da enfermagem inclusive em um momento de tensão.

Eu e meus assessores estamos trabalhando muito intensamente para apresentar a sociedade da nossa terra as minhas propostas para serem defendidas, e transformadas em Lei no Congresso Nacional, além de outras demandas sociais, é certo que lutarei pela valorização da classe na implementação de uma carga horária de 30 horas de trabalho, a criação de um piso salarial para a categoria, o adicional de insalubridade, e periculosidade, concurso publico para atender a demanda e outras propostas que penso definir com a classe. A função precisa ser valorizada no Brasil.” finalizou Lu

A profissão de enfermeiro requer curso superior e é praticada por cerca de 20% dos profissionais da área. Os técnicos e auxiliares representam em torno de 80% do setor. Para o curso de técnico é necessário o Ensino Médio e o de auxiliar necessita ser realizado por aluno que completou o Ensino Fundamental.
006
Foto: Café da manhã, em comemoração ao dia Internacional da Mulher, no dia 08 de março onde Lú, reuniu “a família Policlínica Parque Ipê” para homenagear as colaboradores que se doam diariamente à população de Feira de Santana.

 

VEJA TAMBÉM