Deputado Eduardo Bolsonaro, filho da truculência, ameça contra a vida da jornalista Patrícia de Oliveira Souza Lélis.
009

Voz de Feira

© Reuters

A procuradora-geral da República Raquel Dodge detalhou a denúncia, apresentada nesta sexta-feira, contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que ameaçou a jornalista Patrícia de Oliveira Souza Lélis. O parlamentar utilizou o aplicativo Telegram para dizer que acabaria com a vida da vítima e que ela se arrependeria de ter nascido. O episódio ocorreu após o filho de Jair Bolsonaro ter publicado em seu perfil no Facebookque estaria namorando a jornalista, que negou a informação.

Bolsonaro utilizou adjetivos de baixo calão, como vagabunda e otária, para ofender Patrícia. Questionado se as mensagens se tratavam de uma ameaça, o deputado respondeu ”entenda como quiser”. O parlamentar também menosprezou o alerta da jornalista de que estaria gravando a conversa. ”F*da-se. Ninguém vai acreditar em você. Nunca acreditaram. Somos fortes”, disse.

A íntegra da denúncia pode ser acessada no site do Ministério Público Federal.

VEJA TAMBÉM